“Construir um novo modelo para o sistema de “Saúde Suplementar no Brasil”

“Definir um novo modelo para o setor de Saúde Suplementar é um assunto de extrema importância, por isso é crucial essa união dos sindicatos do Rio e de São Paulo”, destaca Dr. Guilherme Jaccoud, presidente do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casas de Saúde do Rio de Janeiro e da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (FEHERJ).
 
 “Não podemos mais adiar, porque se continuar do jeito que está, daqui a pouco vamos ter uma grande dificuldade de reverter esse processo. Ou seja, aumento de custo de insumo, a saúde trazendo um desenvolvimento, equipamentos e tecnologia, que salvam vidas, mas que agregam um custo alto a prestação de serviços, e isso de alguma forma, vai aos poucos, impactando no resultado financeiro das empresas”, alerta.
 
Segundo Dr. Francisco Balestrin, presidente do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios de São Paulo (Sindhosp), o evento “Saúde Suplementar e Desenvolvimento” que será realizado no dia 22 de setembro, será a oportunidade de ver, conhecer e avaliar de forma profissional este grande sistema.
 
“O Brasil tem um modelo de saúde que o coloca entre os grandes provedores mundiais. A saúde suplementar é um dos alicerces deste modelo promovendo acesso adequado e de qualidade a todos os seus integrantes”, destaca ele.
 
Entre os temas a serem abordados no evento estão: “Sistema Suplementar: entendendo os desafios a partir dos números do setor”, “Aspectos críticos da regulamentação e da regulação do setor”, “A judicialização da saúde: causas e alternativas possíveis”, “Os grandes desafios do setor de saúde no Rio de Janeiro e a contribuição da rede privada”, Operadores de planos e prestadores de serviço – relação de interdependência”, A modernização do marco legal da Saúde Suplementar”.
 
Segundo Dr. Guilherme Jaccoud, o novo marco regulatório do setor que está em andamento tem que atender a todos os interesses e não a uma parcela apenas, pois não dá para fazer uma nova legislação nesse segmento sem que os participantes envolvidos levem os seus anseios e preocupações, para que se consiga manter viável o Sistema de Assistência à Saúde Suplementar no Brasil.
 
“Atualmente temos 48 milhões de usuários de planos de saúde, o que mostra a importância dessa parcela do setor de saúde privada, e o nosso evento é justamente para despertar o interesse de realizar mudanças importantes e necessárias nas normas de regulamentação do sistema de Saúde Suplementar, que precisa de uma legislação mais moderna e atual, pois a atual é bem antiga e está defasada em vários pontos”, destaca.
 
Representantes da ANS, do Ministério da Saúde, da Escola Superior de Advocacia – ESA/OAB-RJ, do Sindicato de Hospitais de São Paulo, da Comissão de Saúde da ALERJ e da Arquitetos da Saúde são presenças confirmadas no evento que terá transmissão ao vivo pelo canal do SindhRio, no YouTube, e aberta ao público.
 
Ficha Técnica do Evento:
Webinar Saúde Suplementar e Desenvolvimento. Evento organizado pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casas de Saúde do Município do Rio de Janeiro (SindhRio) e pela Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (FEHERJ), com apoio do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (SindHosp), e programado para o dia 22 de setembro, de 9h30 às 16h30, com transmissão ao vivo pelo canal do SindhRio, no YouTube, e aberta ao público.
 
SERVIÇO:

Webinar Saúde Suplementar e Desenvolvimento

22 de setembro, de 9h30 às 16h30

Transmissão pelo Youtube - Sindhrio

Entidades do Setor