Curso do Programa Farol

Hoje, hospitais e instituições de assistência domiciliar de diversos Estados participam do programa. O Farol lista 14 indicadores específicos para a área hospitalar, subdivididos em sete operacionais e sete administrativos, e mais 12 indicadores específicos para atendimento domiciliar (home care).

Os gráficos com o desempenho comparativo das instituições acreditadas e não acreditadas podem ser acessados no endereço www.programafarol.com.br

Criado em 2009, o Farol vem dando sequência desde então a ciclos de debates e palestras sobre os indicadores e sobre como implantar e melhorar os processos, permitindo aos hospitais, não apenas participar da avaliação a ser feita pela ANS, como atingir novos patamares de segurança e qualidade na prestação dos seus serviços. O programa da Agência, por sua vez, apenas monitora os resultados.
No último dia 19 de março, no auditório da Casa de Saúde São José, no Rio, o Farol realizou mais uma etapa de seu Ciclo de palestras e oficinas, dentro do painel “Novos Indicadores do Farol”.

O tema foi a implantação do check list da Organização Mundial da Saúde (OMS), um dos indicadores da ANS que farão parte do Farol, e contou com apresentação do coordenador João Lucena Gonçalves e os seguintes palestrantes e debatedores: Enfermeira Luciana Amorim (Casa de Saúde São José), Enf. Claudia Araujo (Pró-Cardíaco), Dr. Aloysio Almendra (Copa D´Or), enfermeira Marilena Martins (consultoria de metodologia de acreditação pela ONA).

O próximo debate do Ciclo, que deverá ocorrer em maio, será divulgado pelo site do SINDHRio (www.sindhrio.org.br) e do Programa Farol.

 

Entidades do Setor