Nova unidade

cnhCHN inaugura dois prédios e se torna o maior complexo de saúde do estado do Rio de Janeiro

Mais de R$ 100 milhões investidos na saúde privada do Rio de Janeiro. A cifra vem do aporte feito pelo CHN (Complexo Hospitalar de Niterói), que inaugura, no dia 27 de setembro, as Unidades IV e V, o que o torna o maior complexo de saúde do estado, com uma área de 34 mil metros quadrados localizada na Rua Marquês de Olinda, 26, onde ocupa um quarteirão inteiro no Centro de Niterói. Com a expansão, o hospital dobra de tamanho, disponibilizando 71 novos leitos, novas unidades de terapia intensiva (UTIs) – cardiológicas e pediátricas –, seis serviços de emergência especializados e o mais moderno serviço de imagem e diagnóstico da região Norte-Leste Fluminense.

Além de expandir, o hospital inova, criando um conceito pioneiro no país: o Complexo de Emergências. Com 2.200 metros quadrados exclusivos para o Serviço de Emergência, o CHN concentra seis serviços de emergência especializados: cardiologia; traumatologia; obstetrícia; atendimento adulto, infantil e ortopedia. De acordo com Ilza Boeira Fellows, diretora-geral do CHN, com a implementação, o hospital atinge um patamar para atendimento integral ao paciente emergencial.

“O CHN vem revolucionar o atendimento de emergência no estado do Rio de Janeiro, com um modelo que cria centros de referência para casos urgentes em diversas especialidades. Com a ampliação, nos tornamos a emergência mais completa do setor privado no estado do Rio de Janeiro, em um momento em que a procura por médicos especialistas de plantão tem sido um critério decisivo na hora de escolher a qual hospital recorrer”, enfatiza Fellows.

A Unidade IV ainda abriga 45 leitos de terapia intensiva – sendo 18 na nova UTI Pediátrica, 20 na Unidade Cardiológica e sete na UTI de retaguarda, dedicada aos pacientes da emergência adulto –, além do maior Centro de Diagnóstico por Imagem do Norte-Leste Fluminense, com a aquisição de equipamentos de última geração – como a ressonância magnética de 3 Tesla e o aparelho de tomografia computadorizada de 160 canais, que geram imagens de alta resolução, maior rapidez na realização de exames e, por consequência, menor exposição do paciente à radiação – e o novo aparelho de ultrassonografia capaz de realizar todos os tipos de exame, incluindo Doppler colorido com estudos em 3D e elastografia hepática, de tireoide e mamas.

Já a Unidade V, atualmente, comporta dois pavimentos de estacionamento, e o projeto ainda prevê – para final de 2017 e 2018 – a entrega de mais 84 leitos de transplante com pressão positiva e filtros HEPA, o Day Clinic de transplante, o Centro de Infusão, outra unidade de diagnóstico, consultórios de apoio, main entrance e back office, totalizando 47.800 metros quadrados de área construída, somando mais de R$ 40 milhões em novos investimentos.

Segundo Ilza Boeira Fellows, um dos principais benefícios da expansão é a ampliação da capacidade de atendimento com serviços especializados. “Com o Complexo de Emergências, nossa capacidade vai passar de 10 para 20 mil casos por mês. Já o número de leitos, que hoje somam 257, vai para 328, com potencial para chegar a mais de 400 leitos quando o projeto de expansão for concluído”, enfatiza a diretora.


Especializado em urgências

O Complexo de Emergência abrigará o CHN Cardiovascular, um serviço de emergência especializado e exclusivo para atendimento a pacientes com suspeita de doenças cardíacas. O setor conta com uma recepção dedicada, dois consultórios, sete leitos de observação e dez leitos de UTI cardiológica integrados à infraestrutura hospitalar com acesso ao Setor de Imagem, Diagnóstico e Hemodinâmica – o único hospital da região com dois equipamentos disponíveis 24 horas por dia para a realização de procedimentos cardiovasculares e neurológicos. Tudo isso assistido por uma equipe de cardiologistas 24 horas de plantão.

A Emergência Adulto contará com três salas de triagem, seis consultórios, 22 boxes de medicação e inalação, nove leitos de observação, suporte de telemedicina para tratamento de casos de AVC, equipe multidisciplinar composta por clínicos, cirurgiões, anestesiologistas, radiologistas de plantão e uma ampla e moderna estrutura de suporte de diagnóstico por imagem e laboratorial que utiliza a tecnologia dos testes rápidos para obter os resultados de exames de sangue em 30 minutos.

Já a Ala Pediátrica foi totalmente reformulada e ganhará um novo espaço na Unidade IV. Tanto a Emergência como o Setor de UTI Pediátrica contam com ambientes humanizados e lúdicos, decorados com motivos infantis sob o conceito dos animais da Arca de Noé e aquários. A área destinada aos pequenos pacientes comporta duas salas de triagem, seis consultórios, uma sala de grandes traumas, dez boxes de medicação e inalação e seis leitos de observação, incluindo um leito de isolamento para casos de doenças infectocontagiosas. A expansão em pediatria complementa o setor Materno-Infantil, localizado na Unidade III, onde estão concentradas a Emergência Obstétrica, o Centro Obstétrico, o Berçário e a UTI Neonatal.

Ao lado das Emergências Adulto e Pediátrica estão o Pronto-socorro de Ortopedia e o Centro de Trauma do CHN, destinados às vítimas de pequenos e grandes traumas.

“Desde a entrada na Emergência, o paciente politraumatizado terá acesso a um atendimento ágil, seguro e especializado. Somos o único hospital da região Norte-Leste Fluminense com heliponto, o que facilita o resgate e a agilidade no pronto atendimento. Na retaguarda, contamos com uma infraestrutura moderna de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), Centro Cirúrgico Inteligente e Serviço de Imagem. Tudo isso configura o melhor centro de apoio a traumas na saúde suplementar”, ressalta Paulo César Dias, diretor médico do CHN.

deco tempo

img seguranca

Informativo sobre
Ações de Segurança
do Paciente

Programa Farol

Programa Farol

Saiba como participar do Programa Farol de indicadores de desempenho
Estatutos

Estatutos

Estatuto da Criança e do Adolescente
Estatuto do Idoso

Assessoria Jurídica

Assessoria Jurídica

Legislação, Pareceres, Conv. Coletivas, Jurisprudências e Dúvidas Frequentes
 entidades logo isqua  logo ans  logo cns  logo feherj